Mautner

“O futuro é noso, a velha política de esquerda e direita, de luta de classes, de Guerra Fria, vai acabar: Marcuse nao é nada comparado com o que vem. Vai ser chatíssimo: as lésbicas negras sadomasoquistas vao disputar direitos com os pais gays brancos protestantes…” (Jorge Mautner)

“(…)Sinto aquela coisa no meu peito
Sinto aquela grande confusão
Sei que eu sou um vampiro
Que nunca vai ter paz no coração

Às vezes eu fico pensando
Porque é que eu faço as coisas assim
E a noite de verão ela vai passando,
Com aquele cheiro louco de jasmim(…)

E na minha boca eu sinto
A saliva que já secou
De tanto esperar aquele beijo,
Aquele beijo que nunca chegou

Você é uma loucura em minha vida
Você é uma navalha para os meus olhos
Você é o estandarte da agonia
Que tem a lua e o sol do meio-dia.” (“Vampiro”, de Jorge Mautner)

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *